Operação nacional da Polícia Federal contra crimes cibernéticos cumpre mandado no Ceará

Operação nacional da Polícia Federal contra crimes cibernéticos cumpre mandado no Ceará

O principal crime cometido pelos alvos, segundo os investigadores, é a fraude bancária eletrônica

A Polícia Federal cumpre, nesta terça-feira (4), cinco mandados de busca e apreensão e cinco de prisão preventiva contra alvos suspeitos de cometerem crimes cibernéticos. A Operação Singular cumpre os mandados no Ceará e nos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul. Um dos investigados, permanece foragido. 

A superintendência da PF em São Paulo está a frente da operação. O principal crime cometido pelos alvos, segundo os investigadores, é a fraude bancária eletrônica, com o roubo de dados de cartões de crédito e sua posterior revenda. Sete pessoas foram identificadas como líderes da organização criminosa.

Fraude em concursos 

Segundo a polícia, foi identificado que um dos hackers da quadrilha invadiu o sistema informático de uma grande empresa responsável pela elaboração de concursos e cobrava valores em criptomoedas para aprovar candidatos que conseguissem chegar à segunda fase do certame. 

O crime de formação de organização criminosa prevê pena de três a oito anos de reclusão. Já o furto de cartões de crédito prevê de dois a oito anos de prisão. Por fim, o crime de invasão de dispositivo informático, pena de um a quatro anos.