Suplente de vereador processa presidente da Câmara de Sobral após não assumir cargo

Suplente de vereador processa presidente da Câmara de Sobral após não assumir cargo

Cargo de Romário Araújo está em vacância após seu afastamento e prisão

O suplemente do vereador afastado Romário Araújo, José Johnson Vasconcelos de Lima, requereu na Justiça uma ação contra o presidente da Câmara de Vereadores de Sobral, Carlos Calisto (PDT), após ter a convocação do cargo, em vacância, indeferida. A cadeira de Romário Araújo na Casa está vazia desde o seu afastamento em 26 de Junho de 2019. O suplente, por sua vez, alega o direto de assumir o cargo. Além disso, Romário está preso por estelionato.

Image