‘Palhaçada’, diz Paulo Martins sobre ataque de Renan Calheiros à imprensa

‘Palhaçada’, diz Paulo Martins sobre ataque de Renan Calheiros à imprensa

O relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (MDB-AL), aliou-se ao senador Humberto Costa (PT-PE) para requisitar um inédito pedido de quebra de sigilo bancário contra veículos de informação do Brasil.

Entre os alvos estão o Brasil Paralelo, a rádio Jovem Pan e seis outros sites do cenário do jornalismo independente nacional.

A informação foi compartilhada, neste sábado (31), em uma reportagem publicada pelo jornal Gazeta do Povo, logo após o blog O Antagonista compartilhar uma nota sobre o assunto.

 
“Essa palhaçada não será considerada um ataque à imprensa“, escreveu o deputado Paulo Eduardo Martins em comentário sobre a notícia.

O parlamentar acrescentou:

“Renan foi ressocializado. É um ataque do bem.”

Na publicação seguinte, Paulo Martins completou:

“O mundo civilizado vive sob o Império da lei. O Brasil atual vive sob o Império da conveniência. Quando convém, observa-se a lei. Ou quando convém, observa-se os inimigos ou os amigos. Sempre o que convém. Isso não convém a uma democracia.”

Image