Caderneta da Gestante do Governo Federal gera polêmica entre vereadoras na Câmara Municipal de Fortaleza

Caderneta da Gestante do Governo Federal gera polêmica entre vereadoras na Câmara Municipal de Fortaleza

A Caderneta da Gestante do Governo Federal, documento que traz orientação e assistência para proteger as mães de todo o Brasil, foi alvo de polêmica envolvendo a vereadora conservadora Priscila Costa (PL) e a petista Larissa Gaspar.

Em sessão plenária realizada na quarta-feira, 11, Priscila afirmou que a caderneta é um documento que contém informações de relevância, ajudando a nortear a vida de milhões de mulheres. No entanto, criticou o posicionamento de Larissa.

"Como mulher, mãe de três filhos, fiquei horrorizada ao ouvir a vereadora petista, que se diz feminista e defensora de mulheres, repudiar o material e disseminar fake news", disparou a parlamentar conservadora.

Com argumentos sólidos, a vereadora Priscila Costa rebateu a petista. Também falou que o Governo Federal não é contra métodos contraceptivos. "Larissa fez confusão. Mas vou explicar: o Governo Federal é contra o aborto e favorável aos métodos contraceptivos para evitar a gravidez indesejada. O aborto, quem defende, é você e o seu representante maior, o ex-presidiário Lula", completou.

Image