Shoppings de Curitiba se organizam para reabrir na segunda-feira (25)

Shoppings de Curitiba se organizam para reabrir na segunda-feira (25)

A informação não foi confirmada pela Prefeitura de Curitiba e nem pelo Governo do Paraná, mas informes internos dizem que estão confiantes.

Depois de entregarem um documento pedindo a reabertura dos shoppings e galerias de Curitiba, os representantes dos empreendimentos estão se preparando para voltar às atividades. Pelo menos isso é o que corre nos bastidores, com avisos aos lojistas de que os shoppings vão reabrir na próxima segunda-feira (25). A prefeitura de Curitiba nega.

Na tentativa de reabrir os shoppings, que estão fechados já a mais de dois meses, a Associação Comercial do Paraná (ACP) encaminhou, na segunda-feira (18), o documento ao prefeito de Curitiba, Rafael Greca. O pedido estabelece regras para que os shoppings e galerias voltem a funcionar, e a esperança da ACP é de que a reabertura possa acontecer ainda nesta semana.

O documento foi feito em comum acordo com representantes de shopping e galerias e propõe condições para a reabertura desta modalidade de comércio, fechado desde março, por causa da pandemia. Segundo a ACP, as autoridades municipais vão analisar o pedido para apontar se há possibilidade ou não do retorno às operações.
Veja quais são as propostas dos shoppings para poder reabrir

Para reabrir, os shoppings entregaram uma proposta indicando várias atitudes que deveriam ser tomadas para evitar a propagação do novo coronavírus. Seriam obrigações a serem tomadas para permitir que os empreendimentos voltassem a funcionar. Veja quais são as medidas propostas:

– Redução do horário de atendimento para o período entre 12 e 20 horas
– Instalação de cabines de desinfecção, já disponíveis no mercado
– Medição de temperatura de todos os frequentadores
– Limitação da entrada de clientes dentro dos shoppings e das lojas
– Obrigatoriedade e severa vigilância no uso de máscaras
– Orientação visual vertical e orientação sobre distanciamento entre as pessoas
– Protocolos rigorosos de higienização de máquinas e equipamentos
– Retiradas de bancos e sofás dos corredores
– Distribuição de pontos de higienização das mãos em vários pontos
– Ampliação do espaçamento entre mesas nas praças de alimentação
– Disponibilização de equipamentos de proteção individual a todos os funcionários

 bessa_shopping-crystal-park_shopping_barigui.jpg

Comunicados internos garantem a volta às atividades dos shoppings

Nesta quinta-feira (21), várias cartas encaminhadas pelos representantes dos shoppings aos lojistas começaram a circular informando a reabertura. Segundo os informes, os empreendimentos voltariam a funcionar já na próxima segunda-feira (25).

Estes comunicados circularam em pelo menos dois shoppings. Em um deles, o Shopping Palladium, o empreendimento até agradeceu “as autoridades pela compreensão e abertura ao diálogo neste momento tão crítico, tanto para a economia, quanto para a saúde do nosso país”.

Em nota, a assessoria de imprensa do shopping – que confirmou o documento – disse que vai esperar. “O shopping aguarda as determinações das autoridades de saúde para retomar as atividades com segurança, adotando todas as medidas necessárias para que isso aconteça da melhor forma possível para todos”.

Em outro shopping, o ParkShoppingBarigui, o otimismo também se faz presente. Pelo comunicado, o shopping diz que o decreto autorizando o funcionamento vai sair. “Enviamos esta circular para que vocês também possam se preparar para esta data. Até o final desta semana devemos receber mais detalhes e informações e dividiremos com vocês“, diz o comunicado. A assessoria de imprensa do ParkShoppingBarigui não se pronunciou.
E agora? Shoppings de Curitiba reabrem ou não?

Por enquanto, praticamente só em Curitiba que os shoppings continuam fechados. Em outras cidades do Paraná, como Londrina, Maringá, Cascavel, Foz do Iguaçu e Ponta Grossa, os shoppings voltaram a funcionar, mas seguindo rígidas regras estabelecidas para evitar a contaminação e a propagação do novo coronavírus.

Em nota, a prefeitura de Curitiba negou que o decreto autorizando o funcionamento dos shoppings já esteja certo para sair. “Por parte do município ainda não há nenhuma manifestação a respeito da reabertura dos shoppings”.

Já o governo do Paraná reforçou que a medida depende da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). “Qualquer decisão sobre o funcionamento de serviços considerados não essenciais deverá passar antes pela validação da Secretaria de Estado da Saúde, onde atua um comitê de especialistas que avalia eventuais solicitações de retomada de atividades econômicas”, não dizendo nem que sim, nem que não, para a possibilidade de retorno dos shoppings.

 bessa_shopping-crystal-jockey-plaza-shopping.jpg

Impasse sobre os shoppings continua

Pelas redes sociais, porém, o presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas, Fábio Aguayo, se manifestou como se já soubesse que a abertura viria. “Fico feliz que o acordo governamental selou a volta dos shoppings centers em Curitiba, especialmente praças de alimentação, centros comerciais e complexos gastronômicos, pois nas principais cidades do Estado estão trabalhando, por aqui agora precisamos readaptar as Casas Noturnas“, disse.

 bessa_shopping-crystal1.jpg