Secretário da Saúde do Ceará aponta tendência de redução em atendimentos e óbitos por Covid-19

Secretário da Saúde do Ceará aponta tendência de redução em atendimentos e óbitos por Covid-19

De acordo com o secretário da Saúde do Ceará, há evidências de redução na entrada, internação e estado de saúde dos pacientes com Covid-19

Mesmo sem apresentar dados, o secretário da saúde do Estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, Dr. Cabeto, declarou que os números de óbitos e de atendimentos para pacientes com sintomas da Covid-19 em hospitais públicos e privados têm apresentado redução no Ceará. “Há indícios da redução no número de atendimento das emergências, Upas, do número de internações e da gravidade dos pacientes quando chegam às emergências”, aponta o secretário, em coletiva em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (22)

secretariosaudece1.jpg

 

Ainda conforme Dr. Cabeto, o Ceará está com um registro diário de 80 a 100 óbitos pelo novo coronavírus. “As mortes demoram um pouco a cair dentro de uma pandemia" pela quantidade de doentes internados com doenças crônicas, mas os números no Ceará indicam estabilização. "Agora, o que nós estamos vendo é uma tendência a redução desses valores que estão ali entre 80 e 100 por dia".

Medidas

Um conjunto de ações foi apontado pelo gestor para que os resultados estejam numa perspectiva mais positiva. Ele citou o lockdown e melhoria nos protocolos de saúde ajudaram a atingir esse cenário.

“Primeiro, a melhoria dos nossos protocolos nas unidades hospitalares, a entrada na atenção básica com protocolos de atenção mais precoce, a melhora e o aprendizado da própria unidade no manuseio desses pacientes e ao lockdown, que pode e parece estar colaborando”, justifica.

A análise foi feita um dia depois que o Ceará atingiu 261 óbitos em 24 horas, recorde de confirmações de óbitos pela Covid-19 desde o início da circulação do vírus no Estado. Cabeto fez questão de reforçar que os números representam confirmações de mortes de vários dias.