“Provas ilegais não podem anular processos”

“Provas ilegais não podem anular processos”

“Os áudios das conversas dos procuradores e do ex-juiz Sergio Moro foram conseguidos através de uma ação completamente ilegal e não servem de prova em lugar nenhum do mundo”, diz Merval Pereira.

“Muitos juristas estão dizendo que não há ilegalidade nas conversas, e sim imoralidade (…). No Brasil, juízes conversam com as partes e ministros dão opinião; dois ministros do STF já até deram opinião sobre o assunto.

É preciso esclarecer quem e como invadiu os telefones celulares, e até que ponto essa ilegalidade da obtenção das conversas contamina um processo, mas é difícil anular com base em provas ilegais.”