Mesmo tendo recebido cerca de R$ 250 milhões para obras em 2019, população reclama da falta de saneamento básico em Sobral

Mesmo tendo recebido cerca de R$ 250 milhões para obras em 2019, população reclama da falta de saneamento básico em Sobral

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, moradores de Sobral mostram a precária situação do saneamento básico em uma rua do bairro Sumaré.

No ano de 2019, a Prefeitura do município recebeu empréstimo do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) que corresponde, ao todo, a US$ 50 milhões - cerca de R$ 250 milhões.

A reclamação de um dos moradores, registrada em vídeo, mostra uma encanação improvisada de esgoto que foi paga pelo proprietário de uma das residências. "Se ele não tivesse gastado do dinheiro dele R$ 270 a porqueira ainda estava aqui, fedendo destro da casa dele. Cadê esse prefeito, que não faz pelos pobres?", questiona.

Pelas imagens, é possível perceber que a encanação despeja o esgoto na rua, onde este continua a correr. A reclamação dos moradores se estende ao local de atuação da Prefeitura de Sobral. Segundo eles, o prefeito Ivo Gomes só realiza obras para o grupo dele.

Confira o Vídeo

Em 2019, Ivo Gomes negociou com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) o contrato de um empréstimo com valor total de 50 milhões de dólares, valor que equivale à cerca de R$ 250 milhões de reais. Os recursos, que deveriam ser gastos ao longo de cinco anos, serviria para obras de infraestrutura com objetivo de "melhorar a qualidade dos serviços públicos, por meio de investimentos em saneamento básico e ambiental, gestão e requalificação da infraestrutura do Município".

Conforme o Diário do Nordeste, o dinheiro já está nos cofres públicos de Sobral desde fevereiro de 2019. Entretanto, os moradores continuam incomodados com a falta de saneamento básico nos bairros do município.