Ineficiente no combate a pandemia, prefeitura de Santa Quitéria passará a multar cidadãos, fechar estabelecimentos e suspender alvarás de empresas

Ineficiente no combate a pandemia, prefeitura de Santa Quitéria passará a multar cidadãos, fechar estabelecimentos e suspender alvarás de empresas

Na última segunda-feira (08/02), o prefeito Braguinha assinou decreto polêmico que oficializa aplicação de multas a população e empresários, fechamento de estabelecimentos e suspensão de alvarás de funcionamento.

Com três semanas de contágio em níveis alarmantes, a população de Santa Quitéria foi surpreendida pela tentativa do prefeito em conter a disseminação da pandemia através de decreto, aplicação de multas, fechamento de estabelecimentos e suspensão de alvarás de funcionamento.

O Decreto 

Quem for flagrado andando, sem máscaras, pelas ruas de Santa Quitéria poderá pagar multa de 50 reais, em caso de resistência o valor passará a ser 100 reais.

As empresas que não obedecerem às medidas impostas pelo decreto estarão sujeitas a multa de 150 reais, em caso de resistência, poderão ser multados com valor dobrado, ter o estabelecimento fechado por 7 dias e ter o alvará de funcionamento suspenso.

Atividades esportivas, eventos ou atividades com aglomeração estão proibidos, assim como os ginásios, quadras poliesportivas e o estádio municipal estarão fechados. 

Por fim, o decreto oficializou que nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro deste ano, não haverá ponto facultativo ou feriados municipais.