CNJ manda tribunal do Ceará suspender pagamento adicional de 15% a juízes

CNJ manda tribunal do Ceará suspender pagamento adicional de 15% a juízes

O presidente do Conselho Nacional de Justiça, ministro Dias Toffoli, mandou o Tribunal de Justiça do Ceará suspender o pagamento de um adicional de 15% a juízes da corte que estão fazendo trabalho remoto.

A informação viralizou nas redes sociais e causou arrepio no CNJ, já que há um esforço para racionalizar gastos em meio à pandemia do novo coronavírus.

Na decisão, Toffoli determina a suspensão imediata do pagamento da verba e ainda determina que todos os tribunais do país sejam informados de sua decisão.

O ministro ressalta que o pagamento do adicional não foi informado ao CNJ e que não está previsto em resolução do órgão que normatiza iniciativas desse tipo.