Alerta de chuvas intensas e ventos fortes é emitido para 92 cidades cearenses; veja lista

Alerta de chuvas intensas e ventos fortes é emitido para 92 cidades cearenses; veja lista

Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de chuvas intensas para 92 dos 184 municípios cearenses. Deste total, 46 têm alerta de 'potencial perigo', classificação dada quando há risco de chuva entre 20 e 30 milímetros por hora ou até 50 mm no dia, além de ventos intensos (40-60 km/h). 

Para outros 46 municípios, o alerta é de 'perigo', isto é, com risco de chuvas de 30 e 60 milímetros por hora ou 50 a 100 milímetros ao dia, além de ventos intensos de até 100 km/h.

Nestas localidades, ainda segundo o Inmet, há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. Os alertas foram emitidos neste domingo (26) e tem vigência até a manhã de hoje (27). 

Alerta de perigo para chuvas intensas:

  • Abaiara, Aiuaba, Altaneira, Antonina do Norte, Araripe, Arneiroz, Assaré, Aurora, Baixio, Barbalha, Brejo Santo, Campos Sales, Caririaçu, Cariús, Catarina, Cedro, Crateús, Crato, Farias Brito, Icó, Iguatu, Independência, Ipaumirim, Jardim, Jati, Juazeiro do Norte, Jucás, Lavras da Mangabeira, Milagres, Missão Velha, Mombaça, Novo Olinda, Novo Oriente, Orós, Parambu, Penaforte, Porteiras, Quiterianópolis, Quixelô, Saboeiro, Salitre, Santana do Cariri, Tarrafas, Tauá, Umari e Várzea Alegre.
     

Alerta de potencial perigo para chuvas intensas:

  • Acopiara, Alto Santo, Ararendá, Banabuiú, Boa Viagem, Carnabubal, Catunda, Choró, Croatá, Deputado Irapuan Pinheiro, Ererê, Graça, Guaraciaba do Norte, Hidrolândia, Ibiapina, Icó, Iguatu, Ipaporanga, Ipu, Ipueiras, Iracema, Itatira, Jaguaretama, Jaguaribara, Jaguaribe, Madalena, Milhã, Monsenhor Tabosa, Morada Nova, Nova Russas, Pedra Branca, Pereiro, Piquet Carneiro, Pires Ferreira, Poranga, Potiretama,  Quixeramobim, Reriutaba, Santa Quitéria, São Benedito, São João do Jaguaribe, Senador Pompeu, Solonópole, Tabuleiro do Norte, Tamboril e Varjota.


Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), as chuvas decorrem, em geral, em "virtude de áreas de instabilidade, bem como em razão de efeitos locais, como temperatura, relevo e umidade".

 

O fenômeno associado às chuvas é a Zona de Convergência Intertropical (ZCAS). Essa Zona favorece a criação de nuvens da região amazônica até o sudeste do Brasil, podendo também alcançar o Nordeste, como tem ocorrido nos últimos dias.  

A ZCAS difere da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema indutor de chuvas no Ceará durante o período da estação chuvosa, entre fevereiro e maio. 

Para esta segunda-feira (26), a Funceme aponta que podem ocorrer chuvas no Sertão Central, Inhamuns e Cariri. Amanhã (28), a tendência é de redução da pluviometria em todas as regiões do Estado. 

CUIDADOS 

O Inmet recomenda que, durante eventos de chuvas acompanhadas de ventos, sejam adotados alguns cuidados, como não se abrigar debaixo de árvores, "pois há leve risco de queda e descargas elétricas", e não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.

O Instituto recomenda ainda que se evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada. "Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia", detalha. Em qualquer evento adverso, é aconselhado entrar em contato com a  Defesa Civil (através do telefone 199) ou Corpo de Bombeiros (193).

Image