Santa Quitéria é a 2ª cidade que mais gerou emprego no Ceará

Santa Quitéria é a 2ª cidade que mais gerou emprego no Ceará

Geração de vagas interrompe período de queda. Santa Quitéria teve o décimo quinto melhor saldo do País

A prefeitura de Santa Quitéria teve, e tem, papel fundamental na retomada da economia do município. Ações efetivas aliadas a boa gestão garantiram o saldo positivo na geração de empregos.

“Nossas ações de combate ao coronavírus foram planejadas visando, acima de tudo, proteger vidas. Focamos em medidas preventivas e de fortalecimento imunológico da comunidade. Em paralelo, priorizamos a compra de produtos locais e em estabelecimentos quiterienses. Tudo o que é possível compramos na própria cidade”. Afirmou o prefeito Tomás Figueiredo.

Ceará

Em julho, foram 25.702 admissões e 19.975 desligamentos com um saldo de 5.727 postos de trabalho. O Ministério da Economia divulgou os dados de julho de 2020 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), ontem, o que colocam o Estado com o melhor saldo do Nordeste e o sexto do País no período.

No ranking dos 5.632 municípios do Brasil, Fortaleza aparece como o quarto do País que mais gerou vagas de emprego no mês passado, com 1.271 de saldo positivo. Outro destaque vai para Santa Quitéria (distante 191 km da Capital), que aparece como 15ª cidade nesta base de comparação, com 840 postos abertos.

Desde o início da pandemia, esse é o primeiro saldo positivo do Ceará. Entre março e junho, a soma dos saldos negativos alcançou mais de 44,2 mil vagas fechadas. No ano, mesmo com os resultados positivos em janeiro, fevereiro e julho, o saldo fica em 37.474 vagas fechadas. Ao fim de julho, o estoque de empregos celetistas no Estado ficou em 1,1 milhão, patamar ainda menor do que os 1,14 milhão ao fim de janeiro.

Sobre a indicação positiva do ministro da Economia, Paulo Guedes, que novas revisões positivas para o PIB nacional podem acontecer até o fim do ano, o titular da Sedet espera que esse mesmo movimento aconteça no Ceará. "Sem dúvidas, estamos otimistas com um situação de pós-pandemia melhor do que o esperado".

Em relação aos novos projetos de investimentos no Estado, destaca que as conversas não pararam, mas a concretização deve ficar para 2021. O foco principal fica para os setores da economia do mar, energias renováveis, área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), recursos hídricos e saúde.

comportamento do emprego com carteira assinada 13332187 

Com informações de O Povo