Boa gestão garante baixa letalidade pelo coronavírus e abertura consciente do comércio em Camocim

Boa gestão garante baixa letalidade pelo coronavírus e abertura consciente do comércio em Camocim

Após abertura parcial do comércio e remoção de barreiras sanitárias Camocim continua com uma das menores taxas de letalidade da região

O município, ao contrário de quase todos os demais da sua macrorregião, adotou a Fase 1 ainda na semana passada, quando liberou a abertura de quase todo o comércio, por meio de um decreto municipal publicado pela Prefeitura Municipal.

"O avanço antecipado da flexibilização ocorreu de maneira responsável, em consenso com os demais setores que formam a economia local, além da representação de outros importantes segmentos", disse a prefeita Monica Aguiar (PDT).

O bom planejamento nas ações de combate ao coronavírus da prefeitura permitiu a Camocim ter uma das menores taxas de letalidade da região. De cada 1000 casos confirmados Camocim registra 35 mortes (3,5%), enquanto Granja registra 36 (3,6%) e Martinópole 48 (4,8%).

Em número de testes realizado, Camocim lidera em absoluto, ontem chegou a 5.442 testes, 1.161 a mais que Granja e 4.835 a mais que Martinópole. Embora com maior número de casos confirmados, proporcionalmente morre menos gente em Camocim do que em Granja e Martinópole.

Semelhante ao modelo de combate ao coronavírus adotado pelo Japão, em Camocim são realizados testes em pessoas com sintomas da doença, os casos mais graves são encaminhados ao hospital, enquanto os casos leves são orientados e tratados em casa pelas equipes de saúde, através de visitas, telefonemas e mensagens de aplicativo.