Auxilio Emergencial pode se estender por mais 6 meses, leia

Auxilio Emergencial pode se estender por mais 6 meses, leia

Com a aproximação do fim do Auxilio Emergencial, muitos brasileiros estão preocupados com este ano de 2021. Até porque, para grande parte da população, o pagamento do benefício estava sendo fundamental para conseguir pagar despesas e dívidas que se acumularam durante o ano de 2020.

Entretanto, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já avisou que não tem condições de continuar com o programa. Mas, em contrapartida, muitos parlamentares têm se movimentado para que o benefício possa ser prorrogado ainda este ano.

Assim, hoje existem dois Projetos de Lei (PL) que pedem mais uma prorrogação do Auxílio Emergencial. Um deles é o PL 5495/20, de autoria dos senadores Senadores Alessandro Vieira (Cidadania/SE) e Esperidião Amin (PP/SC). Nesse caso, a ideia seria prorrogar o estado de calamidade pública, assim como os pagamentos do Auxílio Emergencial, até o dia 31 de março de 2021; ou seja, por mais 3 meses.

Confira as duas medidas propostas para a extensão do Auxílio Emergencial

Já o outro PL é o 5494/20, de autoria dos Senadores Rogério Carvalho (PT/SE) e Paulo Rocha (PT/PA). Neste projeto, o objetivo é outro: propor medidas excepcionais de proteção social a serem adotadas durante o período de recuperação econômica da crise pandêmica. Entre elas, estaria a volta do pagamento do benefício emergencial no valor de R$600 durante o primeiro semestre de 2021, ou seja, por mais 6 meses.

Por fim, enquanto não se decide nada sobre a situação do Auxílio Emergencial, a Caixa Econômica Federal ainda realiza saques do programa relacionados ao ciclo 5 e ciclo 6 do benefício.

Saiba quem recebe o Auxílio Emergencial

Assim, com os novos pagamentos liberados desde o início de dezembro, o último saque que será liberado pela Caixa ainda em 2020 foi para os nascidos em janeiro e fevereiro, no dia 19 de dezembro. Este pagamento iniciou o calendário de saques da 8ª e 9ª parcela, dos Ciclos 5 e 6.

No entanto, como já explicamos, os demais beneficiários só poderão sacar o Auxílio Emergencial em janeiro de 2021. Afinal, pessoas consideradas elegíveis neste novo grupo tiveram sua concessão do benefício reavaliada em novembro.

Confira o calendário de saques do Auxílio para janeiro de 2021

Dessa forma, como sempre é feito, os pagamentos para os cadastrados no programa via Cadastro Único, aplicativo e pelo site do Auxílio Emergencial, seguem o calendário dos Ciclos criado pelo Ministério da Cidadania. Então, confira o calendário de saques do Auxílio Emergencial, dos ciclos 5 e 6 de pagamentos, de acordo com o mês de nascimento:

  • Janeiro e fevereiro: 6,9 milhões de pessoas. Saque: dia 19 de dezembro.
  • Março: 3,5 milhões de pessoas. Saque: dia 4 de janeiro.
  • Abril: 3,4 milhões de pessoas recebem. Saque: 6 de janeiro.
  • Maio: 3,5 milhões de pessoas recebem. Saque: 11 de janeiro.
  • Junho: 3,4 milhões de pessoas recebem. Saque: 13 de janeiro.
  • Julho: 3,4 milhões de pessoas recebem. Saque: 15 de janeiro.
  • Maio: 3,4 milhões de pessoas recebem. Saque: 18 de janeiro.
  • Setembro: 3,5 milhões de pessoas recebem. Saque: 20 de janeiro.
  • Outubro: 3,5 milhões de pessoas recebem. Saque: 22 de janeiro.
  • Novembro: 3,3 milhões de pessoas recebem. Saque: 25 de janeiro.
  • Dezembro: 3,3 milhões de pessoas recebem. Saque: 27 de janeiro.

Fonte: Seu Crédito Digital