The Boys: a primeira metade da segunda temporada chegou com tudo

The Boys: a primeira metade da segunda temporada chegou com tudo

A série de super "heróis" cuja primeira que fez gente tirar os filhos da sala, volta ainda mais agressiva

Em julho de 2019 estreou no serviço de streaming da Amazon Prime, The Boys, série baseada na série de quadrinhos de Garth Ennis, autor de quadrinhos conhecido pela pegada mais violenta e por não morrer de amores pelo modelo tradicional de histórias de super heróis. Ennis é conhecido por algumas pérolas da brutalidade como Juiz Dredd, Hellbrazer, Justiceiro e Preacher. Sua aversão à receita tradicional dos super grupos fica bem evidente em The Boys. Basta dizer que, a série é bem pesada, não apenas pela violência, mas pelas situações, entretanto ainda é uma suavização dos quadrinhos, que são bem mais pesados.

Screenshot_2020-09-15 the boys quadrinhos – Pesquisa Google.png

Para quem ainda não conhece, The Boys é uma série que trás os super seres para um mundo cheio de ego e ambição. Os "heróis", normalmente são retratados como pessoas atormentadas por seus sensos de justiça, que seguem algum código moral e lutam contra o "mal". The Boys fala de "supers" narcisistas, alguns com gostos bizarros que deixariam o senhor Gray de cabelos brancos, outros são viciados, ou seja, tudo que a humanidade tem de pior em embalagens com super poderes.

kimiko-serie-vs-quadrinhos-the-boys.jpg

No último quatro de setembro estrearam os três primeiros episódios da esperada segunda temporada na Amazon. Depois de um gancho suculento no final da primeira, era óbvio o interesse (para não dizer desespero) pelos novos episódios. Posso dizer que o que muito rapidamente a série nos lembra de porque não chamamos a vovó para assistir conosco. A violência e os temas pesados estão de volta com tudo.

 

the-boys.jpg

NOVOS PERSONAGENS, NOVAS AMEAÇAS
Somos apresentado a Tempesta, uma nova e poderosa personagem, que, evitando spoilers, digo apenas que vai cuspir na sopa de uns e outros, fazendo o clima pesar e o tempo fechar e nem estou me referindo a seu codinome!

Agora com metade da temporada lançado, temos muito mais da trama revelada, uma ou outra resposta de perguntas da primeira temporada respondidas e mais desenvolvimento de personagens.

the-boys3.jpg

Falando em personagens e retomando o assunto do quadrinho, vale ressaltar, que mais do que na série, nos quadrinhos os nossos "garotos" são muito mais errados. Billy Butcher (que seria "Açougueiro" em uma tradução literal e mais condizente com o personagem na HQ, mas ficou como "Bruto") é um completo sociopata, um verdadeiro cachorro louco e seu grupo fica pouco atrás disso. É uma história de monstros contra monstros, longe por demais de algo heroico como uma Liga da Justiça ou Vingadores.

 

Screenshot_2020-09-15 Jensen Ackles de Supernatural está oficialmente na série The Boys.png

NOTÍCIA EXTRA
Além de confirmada a terceira temporada, foi confirmada também a presença de Jensen Ackles, o Dean Winchester de Supernatural. Eric Kripke, um dos criadores da série dos irmãos caçadores de monstros e criador e produtor executivo de The Boys, declarou:
“Quando eu era criança, eu tinha um sonho louco e impossível – dar a Jensen Ackles um emprego remunerado. Estou feliz em dizer que esse sonho se tornou realidade. Jensen é um ator incrível, uma pessoa ainda melhor, cheira a biscoitos e chocolate quentes, e eu o considero um irmão. Como Soldier Boy, o primeiro super-herói, ele trará muito humor, emoção e perigo ao papel. Mal posso esperar para voltar ao set com ele e trazer um pouco de Supernatural para The Boys”.
Soldier Boy é a versão parodiada do Capitão America e o segundo no comando da equipe Payback, de onde veio Tempesta, que no original é um personagem masculino.

Enxotem a molecada da sala (claro que eles verão escondido pelo celular), peguem a pipoca e o pano de chão porque o sangue e toda uma sorte de coisas nojentas vão escorrer pela tela.