'John Wick 3': Keanu Reeves fala sobre cães, cenas de ação e semelhanças com 'Matrix'

'John Wick 3': Keanu Reeves fala sobre cães, cenas de ação e semelhanças com 'Matrix'

Ator admite a herança dos filmes das irmãs Wachowski nas lutas coreografadas e dá detalhes da série que gravará em São Paulo

NOVA YORK — Há 20 anos, o filme“Matrix” se tornaria a paranoia distópica que todos adoravam imaginar estar vivendo: talvez tudo o que vemos e ouvimos foi implantando em nossas cabeças e, na verdade, somos apenas abelhinhas operárias sustentando uma ditadura de máquinas que nos dizem o que pensar e sentir.

O impacto do filme, no entanto, seria sentido também por suas elaboradíssimas lutas coreografadas em planos-sequência, que depois seriam incorporadas a quase todos os filmes de super-heróis e franquias de ação como “Identidade Bourne” e “John Wick” — este último também estrelado por Keanu Reeves e cujo terceiro capítulo, “Parabellum”, chega aos cinemas nesta quinta-feira.

Em entrevista exclusiva a O GLOBO, o ator Keanu Reeves comenta a dialética entre as duas franquias, já que "John Wick” não apenas tem em seu elenco Lawrence Fishburne, o lendário Morpheus de "Matrix", mas também é coreografado pela equipe responsável pelas lutas daquela franquia. Na entrevista, ele conta ainda quais locações de São Paulo serão utilizadas em sua nova série de ficção científica:

“John Wick - Parabellum” é o tipo de filme que abusa das sequências de lutas coreografadas, sem muitos diálogos. Deixa a gente exausto só de imaginar quantas vezes você teve de repetir essas cenas...

Para filmar “John Wick” eu vou para o campo de treinamento de “John Wick”. Comecei desta vez com um mês de treino leve na academia, para colocar meu corpo em forma, e então mais três meses com o time das cenas de ação.