Notícias

Maternidade no seu tempo: congelamento de óvulos proporciona adiar o sonho da maternidade com mais segurança

Maternidade no seu tempo: congelamento de óvulos proporciona adiar o sonho da maternidade com mais segurança

Muitas mulheres têm o sonho de engravidar no futuro, outras querem apenas poder escolher se querem ou não maternar sem precisar negligenciar seus estudos, carreira, viagens e realizações pessoais. Entretanto, com o avançar da idade o número e a qualidade dos óvulos diminui e as chances de gravidez também. Uma solução, cada vez mais procurada, é fazer o congelamento de óvulos.

Esse procedimento consiste na captação dos óvulos da mulher e submetê-los ao processo de vitrificação. Eles são colocados em nitrogênio líquido, substância que reduz a temperatura a 196 graus negativos em poucos minutos, e então armazenados.

"É uma forma de preservação da fertilidade para adiar a maternidade de maneira mais segura, pois o tecido permanece preservado com a idade que você tem no ato do procedimento. O material não tem data de validade. As mulheres podem realizar todos os seus sonhos sem renunciar à maternidade e sem serem pressionadas pelo relógio biológico", afirma o ginecologista referência em reprodução humana e diretor técnico da Sollirium Health Group, Dr. Evangelista Torquato.

Para quem o congelamento de óvulos é indicado? “Mulheres que querem adiar a maternidade ou com histórico familiar de menopausa precoce, presença de doença ovariana ou de doença que pode comprometer a reserva ovariana como endometriose e pacientes que serão submetidas a tratamentos oncológicos”, argumenta o médico. “Caso ela queira engravidar aos 50 anos, mesmo sem um companheiro, a paciente tem o material guardado e consegue realizar a maternidade solo”, destaca.

Uma das perguntas que mais surgem na clínica é: o congelamento de óvulos garante a gravidez? Dr. Evangelista responde.

“A técnica do congelamento mantém a viabilidade dos óvulos, mas não garante a obtenção de uma gestação futura. Isso significa que as chances de gravidez utilizando os óvulos congelados são as mesmas que a mulher teria na idade em que fez o congelamento”, encerra