Cuca nega rixa com Ceni, próximo adversário: "nada contra"

Cuca nega rixa com Ceni, próximo adversário: "nada contra"

Comandante tricolor categorizou suas divergências com o ídolo do clube como "probleminhas"

O técnico Cuca negou a existência de qualquer tipo de rixa com Rogério Ceni, treinador do Fortaleza, próximo adversário do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Após o empate em 1 a 1 com o Flamengo no estádio do Morumbi, o comandante tricolor categorizou suas divergências com o ídolo do clube como "probleminhas".

"Não tenho nada contra ele, pelo contrário. Foi um dos, se não o melhor goleiro com quem já trabalhei em todos os sentidos. Probleminhas acontecem durante toda a vida, não me lembro de ter tido um grande problema com o Rogério. O pessoal fala muito", disse Cuca.

Em sua primeira passagem pelo São Paulo, em 2004, Cuca protagonizou um episódio polêmico com Rogério Ceni. Na época, o goleiro tricolor acabou discutindo com o preparador físico Omar Feitosa em um rachão às vésperas de um jogo da Libertadores.

O São Paulo se preparava para encarar o Alianza Lima, do Peru, com um rachão promovido por Cuca. Rogério Ceni atuava na linha e reclamou de uma marcação de Omar Feitosa, que fazia a vez de árbitro. O clima esquentou no CT da Barra Funda e, depois disso, surgiram boatos de que Cuca jamais havia retornado ao clube do Morumbi porque Ceni não permitia.

Essa, entretanto, não é a primeira vez que Cuca e Rogério Ceni irão se enfrentar como treinador. Em 2017, quando ainda estava à frente do São Paulo, o ex-goleiro comandou o Tricolor contra o Palmeiras de Alexi Stival e acabou vencendo a partida por 2 a 0, graças aos gols de Lucas Pratto e Luiz Araújo no estádio do Morumbi. Na ocasião, inclusive, Ceni minimizou os problemas do passado que teve com o treinador.